José Carlos Pelicho

Quem sou

Nascido em Vendas Novas no dia 21 de setembro de 1961 pelas 15h 30m.

 

Filho de: Avelino Fernandes Pelicho

(03-09-1932 / 01-01-2007)

 

e de: Iréne Maria Firmino

(12-06-1935 / 21-04-2007)

A primeira foto que encontro no baú é esta de 1965 com 4 anos de idade

21-09-1961

Para começar, parece que foi fácil, nasci “sozinho” com a minha mãe.

Eu, explico; A minha mãe sentido que o parto estava iminente, pediu ao meu pai para ir buscar o médico. O meu pai lá foi numa bicicleta a pedal, mas no caminho foi mandado parar pela GNR. Claro que o atrasaram…. mas la continuou.

Quando o médico chegou a casa já eu estava a chorar por estar neste mundo. (rir)

Ora tudo isto aconteceu exatamente em Vendas Novas, nos Foros dos Infantes, na quinta do Felizardo (a casa já não existe) ao lado havia um moinho de vento.

Infância 

Permaneci em Vendas Novas até aos 4 anos. Em 1965, por motivos profissionais dos meus pais, vou viver para o Montijo, para o antigo bairro do Areias. Dois anos depois, mudamo-nos para Montemor-o-Novo, mas a casa era pequena demais e como não tinha quarto, os meus pais decidiram “enviar-me” para Bombel, onde residiam os meus avós. E é aqui que inicio os estudos na instrução primária.

1965

4 anos

1967

6 anos

Montemor-o-Novo

Em 1968, os meus pais encontraram uma casa maior e voltei a viver com eles, desta vez em Montemor. Ingresso na 2° Classe (com o Prof. Rufino),……e fiz a 4° Classe. Estávamos nessa altura em Junho de 1971.

A minha juventude como eu digo, começou com uma data triste que foi o falecimento do meu irmão mais velho, a 21-05-1973. Como fã que eu era dele, passei um pouco mal, e estou-vos a falar dos meus 11 anos de idade. Fatores que marcam uma personalidade.

1976, mais calmo, depois de ter desistido na escola no ano anterior, (guardei porcos durante 2 dias, fui ajudante de mecânico em motorizadas durante 4 meses) lá convenci a minha mãe a voltar a estudar, e ela aceitou com um grande sorriso que ainda agora me lembro. 1976/77, voltei a escola, fiz o ano sem negativas nenhumas, nem em “pontos” nem em fins de períodos. Assim se passou o 7° ano de escolaridade. No 8° ano, 77/78. as coisas passaram-se de maneira diferente, a 11 de novembro o meu pai tem um grave acidente de viação e a 16 de novembro a minha mãe deu à luz o meu irmão mais novo. Ora eu, senti-me um pouco sozinho, pois passei dias em casa só, por outro lado quando saía, chegava a casa as 8 da manhã e é claro não ia a escola. A minha mãe voltou a casa com o bebé, mas com o coração nas mãos, pois o meu pai viria a passar 54 dias de coma, acomodei-me um pouco e ajudei a tomar conta do meu irmão, enquanto a minha mãe tratava de documentos para construir casa em Bombel.

1973

12 anos

Bombel

Construída a habitação em Bombel no final de 1977, mudamo-nos para Bombel.

Desde aí, tive uma vida de saltimbanco, quer dizer, ou estava  a carregar madeira da Herdade do Espirra para a Portucel, ou a passear pela Europa (a boleia claro),  ou ainda na Suíça, em Genebra onde fui ajudante de pasteleiro no famoso hotel Ritz no ano de 1982.

Com tudo isto a minha mãezinha mais uma vez me ofereceu uma enxada, ou seja, pagou-me a carta profissional de pesados com reboque.

1980

19 anos

1982

Barcelona

1982

Signal de Bougy – Suiça

1983

Ferrol – Galiza 

1984

Bombel – Portugal

1985

Bombel – Portugal

Vida Profissional

Ora assim que me apanhei com a carta de pesados, fui logo trabalhar para a empresa Izidoro no Montijo, que na altura tinha a fábrica das carnes e a fábrica das rações. No fim do contrato dei o meu maior salto, passei para os transportes Pedrosa, na rua Fernanda Palha em Lisboa (fui o chofer 26, hoje é a Rodocargo).

Visitem o meu site sobre camiões

Vida Social

24 – 12 – 1987

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Proin eget tortor risus. Curabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Sed porttitor lectus nibh. Nulla porttitor accumsan tincidunt. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus suscipit tortor eget felis porttitor volutpat. Curabitur aliquet quam.